Histórias da infância em 10 clicks (Mês a Mês)

✔ 10 fotos dia 10/10

Tão sentindo esse cheirinho? Dooooce, alegre, cheio de vida? Ééééé, esse é um dos efeitos do dia 12 de outubro que tá logo ali, na segunda-feira!

O Dia das Crianças é, ao meu ver, a data mais divertida de outubro e por isso eu queria muito que esse Mês a Mês tivesse um toque de infância. Ideias não faltaram – foram tantas que renderam pautas para futuros posts! – e depois de muito ponderar, resolvi apresentar seis criaturinhas que estiveram presentes nas manhãs, tardes e noites da Little Niih.

  1. Tá na hora de conhecer Paulina, Paloma, Catatau, Orelhas, Quinha e Rino! *-*

2. Mais do que brincar com os ursos de pelúcia, uma das coisas que eu mais gostava de fazer era criar histórias para os bichinhos. Essas duas, por exemplo, eram irmãs-unha-e-carne-melhores-amigas-da-vida. Paulina, a mais nova, era super apegada a Paloma, a irmãzona que a protegia de tudo e todos.

Sim, Paulina tem esse nome por causa d’A Usurpadora mesmo. A outra só não ficou sendo Paola porque a Little Niih achava a personagem má demais.

3. Detalhe da roupinha de Paulina só porque acho uma fofura hahaha

4. Paulina e Paloma não eram as únicas irmãs no negócio. Quinha e Orelhas também compartilhavam do mesmo sangue e teto, mas não mantinham uma relação tão próxima como as ursas. Orelhas era agitado, gostava de brincar de esconde-esconde e pega-pega na rua com as vizinhas.

5. Já a Quinha preferia ficar em casa jogando jogo da memória e dominó com Catatau e Rino. Bem calminha, era a voz da razão.

6. Catatau é o mais velho (consequências por ser o primeiro ursinho que ganhei na vida). Filho único, passava boa parte de seu tempo na companhia de Quinha e Rino. Encarava os dois como verdadeiros irmãos.

7. Já Rino era o mais quietinho. Gostava de ficar na dele e dificilmente conversava com outras pessoas além de Quinha e Catatau – até com Paulina, Paloma e Orelhas ele era todo caladão.


8 e 9. Siiiiiiiiiiiim! Um dia Quinha e Rino iam perceber que eram mais do que amiguinhos de ruaaaaa! HAHAHAHAHA A Little Niih achava tão bonitinho imaginar os dois juntos *-*

Curiosidade: esse carrinho fez parte da decoração do quarto que minha mãe ocupou na maternidade, quando eu nasci.

10. Finalizando as fotos com um tchauzinho da Quinha e ❤

Brincava bastante com eles. Sou filha única e nessa época não tinha vizinhos novinhos como eu era, então me divertia sozinha meeeesmo e inventava mil e uma coisas. Mas confesso que fiquei boba por perceber que lembro tantos detalhes dessa historinha. Você que pensa que as crianças não lembram de coisas da infância, ó, tô aqui pra provar que não é bem assim dfjgndfjgnj

Depois desse post bem pessoal, vamos ver o que as outras participantes elaboraram pra hoje?!

Gabi, Jéssica e Máira

21 ÷ 9 = Mês a Mês!

✔ 9 fotos dia 09/09









Minha relação com a fotografia começou quando estava cursando o ensino médio. Muito me agradava tirar o celular da bolsa nos intervalos das aulas e enquadrar meus colegas no visor da câmera, principalmente quando eles não estavam olhando. O resultado disso são as imagens de grupos conversando, alguns fazendo caretas e outros transformando as apostilas em travesseiros.

Naquela época eu já achava incrível o fato de que aqueles momentos foram eternizados, tudo graças a um (ok, muitos!) click. O tempo iria passar, a memória poderia ficar um tanto embaçada e determinados detalhes acabariam se perdendo em meio a tantos acontecimentos que vivemos todos os dias, mas com a fotografia as recordações estariam sempre ali, à mão. Eu, uma apaixonada pela escrita, estava conhecendo uma nova maneira de escrever nossas histórias. Aos dezesseis anos comecei a sonhar em fazer o mesmo por outras pessoas.

Cinco anos se passaram desde que esse plano ganhou seus primeiros traços e hoje, finalmente, ele está se tornando realidade, como vocês podem ver com as fotos acima.

Para o Mês a Mês de setembro eu separei nove fotos de trabalhos que realizei depois de completar 21 anos, isso há exatos um mês e dois dias. Alguns foram de clientes meus, outros fui chamada como segunda câmera, mas todos os clicks foram produzidos com o mesmo carinho, a mesma dedicação. Todos são a prova de que estou realizando um dos meus grandes sonhos e não existe “muito obrigada” nesse mundo que seja capaz de traduzir os meus sentimentos ❤

***

Vamos conferir agora o que as outras participantes prepararam?
Angela, Beatriz, Camyli, Camylla, Gabi, Jéssica, Máira, Myrlena e Tati.

Círculos feat. High Key! (Lenstrick)

28 de julho chegou e com ele, mais um post do Lenstrick!





Abundância de luz, poucas sombras e figuras redondinhas aguardavam esse dia, já que a técnica High Key e círculos foram os elementos escolhidos para o desafio deste mês! Temática aparentemente fácil, não? Não.

Várias foram as vezes em que fiquei olhando para o visor da câmera toda e completamente incerta. É High Key ou a foto tá superexposta? Dúvidas, muitas dúvidas. Tantas que até agora eu ainda tô um tanto “… não seeeeei…”, mesmo muitos clicks depois.

Mas a vida é assim, esse aprendizado constante!

Agora vamos conferir o que as outras participantes prepararam pra hoje?!
Tati Lucindo, Luanna Lima, Marina Ribacki, Juliana Duarte, Aléxia Fraga, Carol Santana, Lory Caldas e Janaína Moura.

Tum tum tum (Mês a Mês)

✔ 07 fotos dia 07/07

O batuque ribombava pela sala escura: alto, forte, impactante. Sinais de vida chegando aos ouvidos daqueles que ali estavam. Tum tum tum. Não havia mais outra coisa que chamasse a atenção. Era apenas aquela melodia, olhos fixos no monitor preso à parede assistindo vermelho e preto formarem os contornos daquele que vem crescendo dia após dia dentro do ventre materno.

Foi rápido. Minutos que correram tão velozes quanto segundos. Tempo que vai ficar eternizado na memória e… nas fotos.







Para o Mês a Mês de julho decidi selecionar sete fotos de um dos momentos mais incríveis que já fotografei até agora *-* Apesar dos contratempos (por que, Espeon?! POR QUÊ?!!), foi, sem dúvida nenhuma, uma experiência maravilhosa. Muito obrigada por terem aceitado a ideia, seus lindos, e por permitirem que essa moça estivesse presente no exame ❤

Agora, as outras participantes!
Angela, Beatriz, Camyli, Camylla, Gabi, Jéssica, Máira, Myrlena e Tati.

Primeira parada: UEMA (Mês a Mês)

✔ 6 fotos dia 06/06






Viagem é tempo de descansar? Sem dúvidas! Mas ao meu ver, é também um período para aproveitarmos tudo aquilo que podemos. Com esse pensamento em mente, ignorei o cansaço causado pelas doze horas que passei dentro de aviões e aeroportos quando Mendi (amiga que fui visitar) me deu duas opções, assim que desembarquei em São Luís: ir pra casa relaxar ou seguir para a faculdade junto com ela.

A Universidade Estadual do Maranhão foi o primeiro lugar que conheci na cidade. Enquanto minha amiga resolvia os projetos de seu curso, eu passeava pelo prédio onde Arquitetura e Urbanismo está instalado. Quando vi os trabalhos de alguns acadêmicos ali expostos, não resisti: tirei Espeon da bolsa e dei início aos clicks.

Selecionei três fotos para representar esse instante do dia 15 de abril aqui, no Mês a Mês de junho. Fico impressionada sempre que vejo maquetes por conta dos detalhes que elas trazem. Penso na paciência de quem fez e nas horas dedicadas em projetos como esses. Admiro de monte.

Também não sei como explicar o quanto eu gostei do prédio em si. A construção antiga despertou em mim lembranças da época em que morei em Corumbá e fiquei surpresa ao perceber que os sentimentos que pipocavam aqui dentro eram bons, livres de tristeza. O tempo passa, nós amadurecemos e o que fica conosco são as coisas boas. Passear pela UEMA fez com que eu notasse que consegui chegar a esse estágio com relação a determinadas recordações.

A última foto é do primeiro pôr-do-sol que presenciei em terras maranhenses, ainda na Universidade. Arquitetas e arquitetos em formação que estudam nesse prédio: as senhoritas e os senhoritos tem uma vista pra lá de linda, hein?

E sim, coração já começou a bater mais forte por ver toda aquela água ali, no horizonte. Eu ainda não tinha conhecido o mar e não tava me aguentando de ansiedade para a chegada desse momento.

***

O Mês a Mês é um projeto fotográfico publicado de 31 em 31 dias, quando o número da data coincide com o número do mês vigente. Junho é o mês seis, então cá estão seis fotos no dia seis! Agora que apresentei um pouco do meu primeiro dia em São Luís, vamos ver o que as outras participantes organizaram pra hoje? Ah, e prepara! Mais meninas embarcaram nesse barco agora em junho ❤

Angela, Camyli, Camylla, Gabi, Jéssica, Máira, Myrlena e Tati.

Conhecendo o Monumento do Índio

Estou com o wordpress aberto há algumas horas e até agora não saiu texto nenhum. Meu objetivo era iniciar esse post falando sobre a sensação de registrar momentos importantes de pessoas queridas, mas percebi que nada do que pensava em escrever conseguia ser fiel ao que estou sentindo enquanto vejo as fotos de Henailly, Giovanne e Joaquim.

Essas são algumas fotografias do primeiro ensaio que fiz na vida, uma sequência que tem como objetivo mostrar um pouco do que o casal está fazendo enquanto aguarda a chegada do primeiro filho.

O local escolhido foi o Parque das Nações Indígenas e, para ilustrar o post, selecionei algumas fotos que tiramos no Monumento do Índio. Postei mais fotos do ensaio lá no Flickr!

Obrigada, vida, pelo dia 26 de abril de 2015 ❤

A colheita de pimentas (Lenstrick)

Foi por meio do Tatsiology e do Lua de Outubro que conheci o projeto fotográfico chamado “Lenstrick“. De cara já achei interessante, porque a proposta do trabalho vai além de fotografar um tema escolhido previamente: ele também tem como objetivo trabalhar técnicas fotográficas, visando o aprimoramento da habilidade com a câmera.

Fiquei com vontade de participar. Fiquei mesmo. Mas o desejo de perguntar se poderia fazer parte era proporcional à vergonha, então preferi ficar na minha…. até o dia primeiro de maio.

O quinto mês dava seus primeiros sinais de vida quando eu encontrei uma publicação da Tati no grupo Coisas de Blogueiras. Uma publicação sobre o Lenstrick. Tati e Luanna, as idealizadoras do projeto, convidavam pessoas interessadas para fazer parte e, bom, não pensei duas vezes antes de me pronunciar com um “OI OI OI”.

28 dias se passaram desde aquela tarde de sexta-feira e agora cá estou eu publicando minha primeira contribuição! Maio tinha como objetivo trabalhar a regra dos terços através de objetos e eu espero ter interpretado direitinho a temática :3





Baby Chilli (sim, minha pimenteira tem nome e é isso aí) começou a dar frutos no dia primeiro de março e em meados de maio mamãe decidiu colher todos os pontinhos vermelhos pendurados naqueles galhos pra lá de frágeis. Foram 28 pimentas nada ardidas – palavras de papai – ao todo, mas Baby Chilli não ficou sozinha. Novos brotinhos já estavam aparecendo e é ali que eles vão ficar atéééééé a próxima colheita!

Agora, os links das outras participantes do Lenstrick:

Tati, Luanna, Marina, Juliana, Aléxia, Carol e Lory.